Obra do porto de Nova Olinda do Norte é paralisada por falta de repasse do Governo Federal

As informações sobre a obra da orla do município foram passadas pelo líder do governo na Aleam, deputado estadual Sabá Reis (PR).
09/02/2017 15h49 - Atualizado em 9/02/2017 15h49
Foto: reprodução/internet

Durante o Pequeno Expediente da Sessão Plenária desta quinta-feira (9), o líder do governo na Assembleia Legislativa (Aleam), deputado estadual Sabá Reis (PR), apresentou informações sobre a obra da orla de Nova Olinda do Norte (a 135 km de Manaus), respondendo a discurso feito pela deputada estadual Alessandra Campêlo (PMDB).

O parlamentar esclareceu que a obra foi paralisada por falta de repasse do Governo Federal, cujo montante para o projeto era de R$ 6 milhões. “O que foi feito na orla, atestado, permitiu ao governo do estado pagar R$ 2,7 milhões. A obra está parada porque desde o ano passado o governo federal interrompeu o repasse do dinheiro”, explicou.

O líder do governo aproveitou a oportunidade para dizer que pretende contribuir com o debate, apresentando informações a questionamentos e críticas feitos pelos demais deputados. “Tenho interesse em procurar saber, para que eu possa dar respostas que possam contribuir com o exercício do mandato dos meus colegas, sejam eles da bancada governista, sejam eles da oposição. Esse debate é salutar. Sem ele, não existe democracia”, observou.

Sabá Reis também disse estar de acordo com a decisão do presidente da Assembleia Legislativa, deputado David Almeida (PSD), de instalar, na próxima quinta-feira (16), Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar suspeita de desvio de recursos públicos na Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

“Quem na deve não teme. Não seria aqui o interlocutor do governo se eu não acreditasse no governo de um homem que é bom, que é bem intencionado e que descasca esse abacaxi da tormenta da economia com muita maestria, com muita competência”, ressaltou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso