Parceria oferta cursos para ampliar acesso ao primeiro emprego, em Manaus

Semtrad e Instituto Coca-Cola firmam parceria que permitirá acesso de jovens aos cursos do Coletivo Jovem. Inscrições iniciam no dia 17 de abril.
28/02/2017 15h18 - Atualizado em 1/03/2017 13h11
Foto: Divulgação

Visando ampliar o acesso de jovens de 16 a 25 anos ao primeiro emprego, a Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad) fechou parceria com o programa Coletivo Jovem, implementado pelo Instituto Coca-Cola Brasil em parceria com o Grupo Simões. Os interessados devem estar cursando ou já ter concluído o Ensino Médio, realizar o cadastro no Sine Manaus, e ficar atento à data de seleção do Instituto Coca-Cola, que inicia no dia 17 de abril, nos diferentes Coletivos localizados nos bairros da cidade.

Segundo a secretária da Semtrad, Ananda Carvalho, a parceria permitirá que os jovens em início de carreira, com cadastro no Sine Manaus, possam ter acesso aos ciclos de cursos de qualificação ministrados por meio do coletivo.

“Os interessados deverão atender aos critérios estabelecidos no programa do Instituto, que coordena essa ação social. Estamos muito felizes em poder propiciar uma vivência tão rica de conhecimento a esses jovens”, disse Castro.

Entre as localidades dos Coletivos estão o bairro Japiim (Clube de Mães, na Rua Maria Mansour, 533), Redenção (Lar Fabiano de Cristo/Casa Joana de Ângelis, na Rua Projetada, 02), Vila da Prata (Centro de Formação Vida Alegre, na Rua Paraguaçu, 68) e Zumbi (Oficina Escola de Lutheria da Amazônia, na Rua 22, no Conjunto São Cristóvão).

Cursos
Os cursos oferecidos pelo Coletivo Jovem abrangem as áreas de Comunicação e Tecnologia, Marketing e Vendas e Produção de Eventos. O método de ensino engloba não só conteúdos sobre temas e orientações comportamentais, mas também aplicações lúdicas e exercícios práticos, nos quais os alunos conseguem executar a teoria aprendida.

O Coletivo Jovem é uma iniciativa que nasceu em 2009 e já impactou mais de 150 mil jovens de comunidades de baixa renda. O programa promove o desenvolvimento socioeconômico por meio do empoderamento dos jovens, conectando-os com novas oportunidades que promovam geração de renda e valorização da autoestima.

Os participantes são convidados a pensar em seu plano de vida e desenvolver projetos práticos nas comunidades onde vivem. A metodologia desenvolvida possui 80% do conteúdo voltado para o desenvolvimento socioemocional dos jovens, garantindo que escolhas profissionais sejam tomadas de maneira planejada e estejam conectadas com um plano de vida maior. Assim, os alunos são incentivados a conquistarem seus espaços no mercado de trabalho.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso