Reserva de Desenvolvimento Sustentável Rio Negro é multada R$ 50 mil por crimes ambientais

Foram apreendidos cinco motosserras, 15m³ de madeira cerrada, embargo de uma área de 10 hectares e a apreensão e soltura de uma arara.
18/02/2017 15h26 - Atualizado em 20/02/2017 10h29
Foto: Divulgação

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) em conjunto com o Batalhão de Policiamento Ambiental realizou uma ação de fiscalização no quilômetro 26 da AM 352, em Manacapuru, na última sexta-feira (10), a fim de atender denúncias de desmatamento e extração ilegal de madeira.

No ramal Uga Uga, localizado dentro da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro, foram apreendidos cinco motosserras, 15m³ de madeira cerrada, embargo de uma área de 10 hectares e a apreensão e soltura de uma arara. O Batalhão Ambiental ainda apreendeu cinco espingardas. O valor total do auto de infração lavrado foi de R$ 50 mil.

Na saída do ramal os órgãos flagraram um caminhão transportando 6m³ de madeira cerrada sem o Documento de Origem Fiscal (DOF). O veículo e a madeira foram apreendidos e a multa de R$ 1.800 foi aplicada.

O IPAAM deverá continuar as ações fiscalizadoras nas RDS e em seus entornos com o objetivo de diminuir o alto índice de crimes ambientais dentro dessas reservas.

Em 2016, foram realizadas três operações dentro da RDS Rio Negro: Operação Maíra III, em maio; Operação Maíra IV, em julho; e Operação Mapinguari, em dezembro.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso