Vacinação contra febre amarela tem indicação permanente no Amazonas

No Estado, a situação é considerada controlada e há 10 anos a capital amazonense não registra casos.
06/02/2017 14h43 - Atualizado em 7/02/2017 09h58
Foto: Kevork Djansezian/AFP

Durante o mês de janeiro houve um aumento na procura pela imunização contra a febre amarela oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em virtude do surto de casos nos estados de Minas Gerais, Maranhão e Espírito Santo. Manaus registrou 63% de crescimento na quantidade de doses aplicadas, em relação ao mesmo período do ano passado.

Todos os 62 municípios do Amazonas estão na lista do Ministério da Saúde das áreas com recomendação permanente de vacinação permanente contra a febre amarela. Até esta sexta-feira (3), quando o levantamento foi divulgado, o número de mortes confirmadas pela doença chegou a 60 no Brasil. Deste total, 53 ocorreram em Minas Gerais, quatro no Espírito Santo e três em São Paulo. No Amazonas, a situação é considerada controlada e há 10 anos a capital amazonense não registra casos.

A vacinação de rotina é ofertada em 19 estados do país com recomendação para imunização. Todas as pessoas que vivem nesses locais devem tomar duas doses da vacina ao longo da vida.

Em Manaus, a Prefeitura afirma que a cidade não corre risco de surto de febre amarela, como vem acontecendo no estado de Minas Gerais. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, há um trabalho de prevenção que é realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, principalmente com relação à vacinação, oferecida nas 182 Unidades Básicas de Saúde localizadas em todas as zonas da cidade.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso