Hospital Adriano Jorge recebe novos médicos

Ao todo, são 37 novos bolsistas em cinco Programas de Residência: Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ortopedia e Traumatologia, Anestesiologia e Otorrinolaringologia.
02/03/2017 11h54 - Atualizado em 2/03/2017 11h59
Foto: Divulgação

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Susam), realizou nesta quinta-feira (02), o Acolhimento dos Médicos Residentes 2017. Ao todo, são 37 novos bolsistas, financiados pelo Governo do Estado, em cinco Programas de Residência: Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ortopedia e Traumatologia, Anestesiologia e Otorrinolaringologia. O evento, que prossegue até esta sexta-feira (03), está sendo realizado no Auditório Dr. Juarez Klinger do Areal Souto, localizado na Avenida Carvalho Leal, nº 1778, Cachoeirinha.

A Residência Médica foi instituída no Brasil pelo Decreto nº 80.281, de 5 de setembro de 1977. Segundo o Ministério da Educação, conforme a Lei nº 6.932, de 07/07/1981, da Presidência da República, a RM constitui-se em uma modalidade de ensino de pós-graduação (latu sensu), destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização, funcionando em Instituições de Saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. A RM é considerada o “padrão ouro” da especialização médica.

“A formação médica é uma luta constante e essencial para a saúde estadual. Somente no período de Residência, são três anos de estudos e práticas médicas dentro do Adriano Jorge. É um orgulho formar especialistas para a sociedade amazonense”, disse o diretor-presidente da FHAJ, Alexandre Bichara.

Em 11 anos como Hospital de Ensino, a FHAJ já entregou para a sociedade amazonense 159 especialistas. Arteiro Menezes, diretor de Ensino e Pesquisa, agradeceu e destacou o papel dos preceptores na gerência das atividades realizadas em cada programa de residência médica. “Contamos com o apoio de uma equipe de excelentes preceptores, médicos de elevada qualificação ética e profissional. Como professor destes alunos, ainda na formação universitária, é um orgulho acompanhar a evolução e transformar estudantes em especialistas de extrema competência”, disse Menezes.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso