Polícia desarticula esquema de desvio de medicamentos na saúde do Amazonas

Foram desviados vários materiais de hospitais dos mais simples como luvas até os mais caros como medicamentos de até R$ 5 mil.
16/03/2017 16h20 - Atualizado em 17/03/2017 10h11
Foto: Reprodução

A Operação Hígia da Polícia Civil desarticulou um grupo criminoso investigado por desviar medicamentos da rede pública de saúde liderado pelo servidor do Pronto Atendimento Médico (PAM) da Codajás, Antônio Rodrigues Vieira, que foi preso na manhã desta quinta-feira (16). Além de Antônio, foram presos também Sidney Barbosa Silva e Sílvio César de Araújo Parente, que também participavam do esquema, segundo a polícia. Um outro mandado de prisão segue em aberto, mas o nome não foi divulgado.

Após receber denúncias anônimas do desvio de medicamentos no PAM da Codajás o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) solicitou da Polícia Civil o início da operação Hígia que descobriu que o desfalque também acontecia no Hospital João Lúcio e em outras unidades, como o Hospital da Susam em Iranduba .

Vários materiais de hospitais foram desviados dos mais simples como luvas, aventais cirúrgicos, filmes de Raio X, até os mais caros como medicamentos de até R$ 5 mil que eram revendidos para empresários da capital.O esquema criminoso que provavelmente acontecia há anos causou sérios prejuízos à população que depende da ajuda do estado.

De acordo com a polícia este é apenas o início das investigações e muitas pessoas ainda serão presas.

Natan Gaia – Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso