Assembleia Legislativa ingressa com ação no TSE na tentativa de impedir que o povo escolha novo governador

O objetivo é fazer com que o novo governador possa ser escolhido pelos 24 deputados da Casa Legislativa.
17/05/2017 10h06 - Atualizado em 17/05/2017 16h43
Foto: Reprodução

A Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM) por meio do seu presidente interino, deputado Abdala Fraxe (PTN), ingressou, ontem (16), com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar impedir que o novo governador do estado seja escolhido pelo povo. O objetivo é suspender a eleição direta e fazer com que o TSE decida pela eleição indireta, em que os 24 deputados escolhem o novo gestor.

Abdala alega que os parlamentares querem apenas que se cumpra a Constituição Federal. A ação já tramita no TSE e até hoje (17), deve ser distribuída a um relator.

O ex-vice-governador também entrou com uma ação pedindo para assumir o cargo de governador e a suspensão da eleição suplementar. Ele justifica que são cargos diferentes e que não há indícios da sua participação nas irregularidades.

TSE

A decisão do TSE quando cassou os mandatos de José Melo e Henrique Oliveira, determinou que houvesse eleições indiretas e que fosse comunicado imediatamente ao Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) a realização das eleições diretas para a escolha dos novos nomes para os cargos.

A decisão foi tomada com base na minirreforma eleitoral aprovada após as eleições de 2014.

Fonte: Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505