Enterro do cantor Melvino Júnior é marcado por emoção e homenagens

Desde o velório, amigos e fãs já destacavam o carisma e a trajetória vitoriosa do cantor, que foi assassinado na noite de sábado em Codajás, durante a Festa do Açaí.
01/05/2017 16h53 - Atualizado em 2/05/2017 10h47

O cantor Melvino de Jesus Júnior foi sepultado na tarde desta segunda-feira (1), no Cemitério Parque Tarumã, diante de centenas pessoas que foram ao local prestar a última homenagem ao carismático artista.

Durante o velório que aconteceu na quadra da escola de samba Mocidade Independente de Aparecida, na Zona Sul, homenagens, orações e muitas coroas de flores emocionaram os familiares. O amigo Elias Negreiros, que tocou ao lado de Júnior por mais de seis anos em bandas como Orion e Embaixadores, falou da perda. “A gente está muito triste com essa situação, mas estou aqui para honrar o meu companheiro”, disse.

O cortejo fúnebre, com cerca de 80 carros, saiu da Quadra da Escola de Samba Aparecida, onde o corpo foi velado desde a madrugada de hoje. Desde o velório, amigos e fãs já destacavam o carisma e a trajetória vitoriosa de Júnior, que comandava o grupo JR. e Banda.

No sepultamento, como não poderia deixar de ser, a tônica foi de muita emoção. Gil Andrade, que fez uma música em homenagem ao amigo, tentou cantá-la. Mas, bastante comovido, acabou não conseguindo e indo às lágrimas. Cerca de 300 pessoas acompanharam a despedida de Melvino Júnior.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Contato Termos de uso