Jovem que aplicava golpes ao oferecer falsas vagas de emprego na Internet é preso na zona Leste

O infrator se apresentava como gerente de Recursos Humanos e exigia R$ 400 das vítimas, alegando que o dinheiro seria utilizado para agilizar o processo de admissão.
03/05/2017 15h27 - Atualizado em 4/05/2017 11h05

Foto: Divulgação


Nélio Barros Prata, 22, foi detido na tarde de terça-feira, 2, por estelionato pela equipe de investigação do 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando da delegada titular da unidade policial, Joyce Coelho. O fato ocorreu por volta das 17h, em um posto de combustíveis situado no bairro Jorge Teixeira, zona Leste da capital.

Conforme Joyce Coelho, os policiais civis chegaram até o infrator após algumas pessoas irem até a delegacia relatar que o infrator divulgava, em um site de compra e venda, vagas de emprego falsas para empresas do Pólo Industrial de Manaus (PIM).

“Nélio se apresentava como gerente de Recursos Humanos de uma empresa. Quando recebia ligações de pessoas interessados pelas vagas, ele exigia R$ 400 delas, alegando que o dinheiro seria utilizado para agilizar o processo de admissão. Ele ainda assegurava que o dinheiro seria devolvido no primeiro pagamento”, explicou a autoridade policial.

A titular do 11º DIP informou, também, que essa quantia só era pedida após Nélio conquistar a confiança das vítimas. Ao todo, quatro pessoas foram vítimas do rapaz.

“Uma pessoa se passou por interessada na vaga e conversou com Nélio por telefone. Ele fez pediu dessa vez R$ 600 em espécie e marcou o encontro no posto de combustíveis. Na ocasião, nossa equipe acompanhou a negociação e interceptou o infrator”, disse Joyce.

Nélio foi conduzido ao prédio do 11º DIP, onde prestou esclarecimentos. Ele foi indiciado por estelionato e liberado para responder pelo crime em liberdade.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso