PF começa análise de conversa entre Temer e Joesley Batista

Em nota divulgada no início da noite de ontem (21), a PF confirmou o recebimento dos áudios e dos quesitos apresentados pela PGR e pela defesa do Presidente Temer.
22/05/2017 10h00 - Atualizado em 22/05/2017 16h28

Foto: Reprodução


A Polícia Federal recebeu nesta segunda-feira (22) a gravação entregue pelos executivos da Holding J&F à Procuradoria-geral da República na qual o presidente Michel Temer aparece em conversa no Palácio do Jaburu com o empresário Joesley Batista.

Em nota divulgada no início da noite, a PF confirmou o recebimento dos áudios e dos quesitos apresentados pela PGR e pela defesa do Presidente Temer.

Esses quesitos são questionamentos que a PGR e a defesa do presidente pretendem fazer sobre possíveis edições e falhas na gravação.

A perícia foi solicitada após a defesa de Temer, baseada em perícias divulgadas por jornais, contestar a autenticidade da gravação.

O perito extrajudicial e judicial Marcelo Carneiro de Souza afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo ter identificado “fragmentações” em 14 momentos na gravação.

“Em análise técnica preliminar, o Instituto Nacional de Criminalística apontou que é fundamental ter acesso ao equipamento que realizou as gravações originais.

Por esse motivo, a PF oficiou à PGR, solicitando o aparelho. Não há prazo inicial estipulado para conclusão dos trabalhos periciais, especialmente diante da necessidade apontada de perícia também no equipamento”, afirma a PF.

Fonte: Exame.com


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso