Sindicato dos Economistas é reativado para defender a classe e avaliar questões econômicas

A entidade lançará projetos que vão beneficiar os profissionais da área e, também, a sociedade em geral com serviços e ações voltadas para a economia doméstica e fomento ao empreendedorismo local.
18/05/2017 13h07 - Atualizado em 18/05/2017 13h07
Foto: Reprodução

Após quatro anos desativado, o Sindicato dos Economistas do Estado do Amazonas (Sindecon-AM)retoma suas atividades a partir deste mês de maio, para atender as demandas da classe e avaliar as questões econômicas do município e Estado. A entidade será presidida pelo economista Marcus Evangelista, empresário, ex-presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon-AM) e diretor adjunto da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam).

Evangelista será empossado, oficialmente, no cargo no dia 31 de março, às 19h30, no auditório da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), na Avenida Constantino Nery, na zona Centro-Sul de Manaus. A proposta do novo presidente é resgatar a importância da instituição para a defesa dos profissionais e combater os falsos economistas que não estão habilitados a exercer a função.

“Após a definição da escolha do meu nome para presidir o Sindecon-AM, eu e minha equipe elaboramos um projeto que prevê um leque de benefícios para os novos associados, como descontos em drogarias, supermercados, cursos de especialização, entre outros benefícios. Outra medida do sindicato será na fiscalização da profissão nas empresas e órgãos públicos”, afirmou Evangelista.

Com a reativação da entidade, o sindicato terá como sede um prédio localizado na Avenida Urucará, 828, no bairro Cachoeirinha, zona Centro-Sul de Manaus. O local, também, servirá de apoio no atendimento jurídico gratuito para defender os direitos trabalhistas dos economistas associados, no horário comercial de segunda a sexta-feira.

Evangelista salientou a importância do sindicato na contribuição de informações para ajudar as entidades públicas e privadas. “Iniciamos um estudo para elaborar relatórios sobre o cenário econômico da capital e interior tendo como base as principais matrizes econômicas e, também, sugerindo a adesão a novas matrizes para alavancar a economia local”, explicou.

Independência

O economista explicou que o Sindicato dos Economistas do Estado do Amazonas terá um diferencial em relação a outros sindicatos, porque será uma entidade independente e aberta à sociedade, mantendo, contudo, seu fortalecimento administrativo junto à classe. “Estamos buscando mecanismos de sustento para garantir essa imparcialidade diante das questões econômicas da região”, pontuou o presidente do Sindecon-AM.

O sindicato, segundo Evangelista, lançará projetos que vão beneficiar os profissionais da área e, também, a sociedade em geral com serviços e ações voltadas para a economia doméstica e fomento ao empreendedorismo local. “Com a experiência de três anos à frente do Conselho Regional de Economia, temos condições de realizar e executar ações que vão gerar benefícios à classe e contribuir para o desenvolvimento da região”, concluiu.


O Sindicato

O Sindicato dos Economistas do Estado do Amazonas foi fundado em 11 de outubro de 1963, com a denominação de Associação Profissional dos Economistas do Amazonas (APEA) e teve seu registro original aprovado em 29 de maio de 1976 com a denominação de Sindicato, contando hoje com 49 anos, sendo, portanto um dos mais antigos do Estado.

O Sindecon-AM, ao longo de seu exercício, promoveu sua segunda reforma estatutária, em Assembleia Geral Extraordinária realizada dia 1º. de agosto de 2011, buscando adequar-se às necessidades de sua estrutura organizacional. A Diretoria Executiva do sindicato, no exercício 2011/2013 constatou a necessidade de aperfeiçoar o funcionamento da instituição, atualizando e modernizando seu estatuto, agregando as funções de Vice-Presidência e Diretor Tesoureiro às funções Administrativa e Financeira, entre outras mudanças.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505