Aeroporto de Manaus tem redução de 14,6% no consumo de energia elétrica

Esse número representa reduções do consumo de 336 MWh e R$ 240 mil nas faturas, e é resultado de uma série de ações propostas no Plano para Redução do Consumo de Energia Elétrica.
07/06/2017 16h01 - Atualizado em 8/06/2017 10h52
Foto: Reprodução

No primeiro quadrimestre de 2017, o Aeroporto Internacional de Manaus/Eduardo Gomes (AM) conseguiu reduzir em 14,6% o consumo de energia elétrica. Esse número representa reduções do consumo de 336 MWh e R$ 240 mil nas faturas, e é resultado de uma série de ações propostas no Plano para Redução do Consumo de Energia Elétrica, em vigor desde março de 2016.

Dentre as ações contempladas no plano, estão a substituição das lâmpadas fluorescentes por equivalentes LED nas áreas de check-in nacional e internacional; os desligamentos programados da iluminação e dos aparelhos condicionadores de ar do terminal de passageiros 2 e da central de ar condicionado do terminal de logística de carga; a automação de quadros elétricos dos estacionamentos; além dos desligamentos programados da Central de Água Gelada (CAG), que entrou em vigor em caráter de testes.

Todas as ações são planejadas entre as áreas operacionais para definição dos critérios técnicos dos desligamentos de modo a não impactar o conforto dos passageiros e usuários.

Segundo o superintendente do aeroporto, Abibe Ferreira, o Plano para Redução do Consumo de Energia Elétrica tem se mostrado eficaz, e a economia apresentada no mês de abril demonstra isso claramente. “Vamos continuar estudando ações que contribuam para a redução no consumo e, consequentemente, na despesa do nosso terminal”, comentou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso