Após greve, TRT determina que seja bloqueado R$ 600 mil nas contas do Sindicato dos Rodoviários

A decisão determina também que seja tomada junto a PF e ao MPF providências criminais cabíveis em relação aos diretores do sindicato, por descumprirem decisão judicial.
27/06/2017 12h13 - Atualizado em 27/06/2017 16h10
Foto: Reprodução

O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários e Urbano Coletivo de Manaus terá R$ 600 mil de suas contas bloqueados por determinação do Tribunal Regional do Trabalho 11ª Região (TRT). A decisão ocorreu na manhã desta terça-feira (27) como resposta as seis horas de paralisação da categoria, realizada ontem (26), quando 100% da frota não circulou na capital.

O Tribunal determinou ainda, que seja tomada junto a Polícia Federal e ao Ministério Público Federal providências criminais cabíveis em relação aos diretores do sindicato,por descumprirem decisão judicial.

A desembargadora Eleonora Saunier Gonçalves, determinou também que se houver outras paralisações, o valor de R$ 100 suba para R$ 200 mil por cada hora de paralisação. O presidente do Sindicato, Givancir Oliveira, deverá ser intimado.

Fonte: Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso