Dinamismo é a marca do Governo David Almeida

Em 30 dias de gestão, o governador imprimiu ritmo intenso, para resolver problemas herdados de gestões anteriores e fez do êxito, a sua marca.
11/06/2017 14h12 - Atualizado em 12/06/2017 12h14
Foto: Assessoria

Na última sexta-feira, 9 de junho, David Almeida completou um mês à frente do comando do Estado do Amazonas. Em 30 dias de gestão, o governador David Almeida imprimiu ritmo intenso, para resolver problemas herdados de gestões anteriores e fez do êxito, a sua marca.

Para isso, David “escalou seu time” de secretários em pastas consideradas estratégicas por ele. Ao todo foram 12 mudanças. Dentre elas, Fundo de Promoção Social (FPS), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Secretaria de Comunicação Social (Secom), Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Estado do Amazonas (Idam), Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), Superintendência Estadual de Navegação, Portos e Hidrovias (SNPH), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf) e Superintendência Estadual de Habitação do Amazonas (Suhab).

Considerada prioridade, a Saúde foi uma das áreas que mais apresentou avanços nesse período. Por meio do Programa Fila Zero, mais de 23 mil pessoas já saíram das filas de espera, para exames e consultas. Para alcançar a meta, a oferta de serviços nas unidades da rede estadual de saúde foi ampliada em 20%. Cerca de 76 procedimentos foram zerados.

Filas de cirurgias foram zeradas no FCecon e Platão Araújo. O centro cirúrgico do Hospital Hilda Freire, no município de Iranduba, foi reativado e a meta é realizar 180 cirurgias eletivas por mês para pacientes de Manaus e municípios vizinhos.

“Este foi nosso primeiro grande avanço na saúde. Conseguimos zerar de forma ágil com a melhoria no atendimento e a reestruturação do serviço, a fila de espera por neurocirurgias oncológicas, uma das mais demanda das na rede”, afirmou David.

Medidas administrativas também estão refletindo positivamente na gestão de David Almeida. Uma delas é a otimização de recursos. O governador tem reavaliado contratos e, em alguns casos, a medida é rescindir ou reduzir. Além disso, a compra direta de medicamentos junto aos laboratórios públicos é outra maneira encontrada pelo Governo para racionalizar o uso dos recursos públicos. Segundo Almeida, já foi possível economizar até 40% com a compra de 60 itens, com recursos da ordem de R$ 6 milhões, já autorizada.

Ainda na área de saúde, o Governo garantiu a compra de 526 itens,entre medicamentos, materiais hospitalares, laboratoriais e odontológicos. Com essa ação, os municípios da região metropolitana já contam com o estoque de medicamentos e itens hospitalares abastecidos, além de Anamã e Caapiranga que também já receberam os itens.

Obras e emprego

Outro reflexo da administração positiva de David Almeida é na área de infraestrutura. Com a retomada dos trabalhos de duplicação da Rodovia Manoel Urbano, AM-070, e das obras da Avenida das Flores em três trechos, o setor da construção civil, no último mês, voltou a aquecer. Só nessas obras, 1.200 postos de trabalho diretos e indiretos foram criados. A estimativa é que este número chegue a dois mil com a abertura de novas frentes até o final de junho.

As obras da Avenida das Flores, executadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), compreendem o trecho da Avenida Timbiras até o Santa Etelvina. Com investimento de R$ 244,4 milhões, a Avenida das Flores possuirá 11,1 km de extensão mais os 6,2 km da Avenida das Torres. Quando estiver em pleno funcionamento, a Avenida das Flores será, juntamente com os anéis viários, uma nova alternativa de rota aos veículos que trafegam entre as zonas Leste, Centro-Sul e Norte. As obras, segundo David Almeida, serão intensificadas com a chegada do verão e os recursos, já em caixa, permitirão a conclusão dentro do cronograma estabelecido para o mês setembro.

Infraestrutura no interior

Para levar ações efetivas ao interior do Estado e impulsionar a economia local nos municípios, o governador David Almeida buscou, em Brasília, os recursos necessários. Em sua primeira viagem como chefe do Executivo estadual, o governador garantiu em reunião com o presidente da República, Michel Temer, no dia 31 de maio, a liberação de um empréstimo de R$ 300 milhões para o Estado, dos quais R$231 mi serão destinados para a infraestrutura urbana e sistema viário de pelo menos 16 municípios.

Os municípios de Benjamin Constant, Coari, Codajás, Manacapuru, Parintins, Autazes e Anori são alguns dos que serão contemplados nesta primeira etapa.

Para atender todo o interior, o Governo trabalha com a liberação de outros dois recursos da ordem de R$240 e R$412 milhões compreendendo, respectivamente, a 2º e a 3º etapa de ações para o Estado. Parte dos investimentos devem ser destinados para o recapeamento das estradas dos municípios de Novo Airão, Silves e Autazes, além da comunidade Novo Remanso em Itacoatiara.

A articulação do governador, David Almeida, também garantiu as tratativas para uma operação de crédito junto a agência de Cooperação Andina de Fomento (CAF), estimada em US$ 75 milhões, o equivalente a R$ 242 milhões. Este empréstimo internacional está sendo avaliado pelo Ministério da Fazenda e será destinado para fazer o saneamento dos igarapés da Sharp, São Sebastião e Bindá, na capital.

Estímulo à economia

Neste primeiro mês de Governo, a economia do Estado já deve receber uma injeção de mais de R$ 95 mi com o pagamento de 30% da primeira parcela do décimo terceiro dos servidores públicos estaduais no final deste mês. A medida foi anunciada pelo governador, no dia 28 de maio.

Este ano, o pagamento de 30% do décimo terceiro salário será repassado no final de junho. Tradicionalmente, a liquidação acontece no mês de julho. O pagamento sairá em folha especial junto com a folha mensal dos servidores do Estado que gira em torno de R$ 445 milhões.

De acordo com David Almeida, o pagamento representa um estímulo para a economia do Estado e vai movimentar setores importantes do comércio. “É uma forma de fazer a economia girar também. O pagamento do décimo favorece a economia e aquece principalmente o comércio, setor que mais se beneficia com a entrada desses recursos”, acrescentou.

Diálogo e acolhimento

As ações de Governo também focam no acolhimento e no diálogo. Atento às demandas das classes e de grupos, David Almeida, tem buscado o diálogo e parcerias para resolver demandas importantes. Uma delas foi a retirada de mais de 264 venezuelanos – integrantes do grupo indígena.

Warao – que estavam ocupando o Viaduto de Flores e os arredores da Rodoviária de Manaus desde o final do ano passado. As famílias, aproximadamente 65, sendo a maioria (150) crianças, foram transferidas para o abrigo do Serviço de Acolhimento Institucional de Adultos e Família do Governo do Amazonas. Um espaço preparado para receber os migrantes. A ação só foi possível graças à articulação das entidades que integram o Governo em parceria com instituições ligadas a administração municipal.

Na outra ponta, o governador tem se mostrado favorável ao diálogo tanto que, solicitou para o comando da Polícia Militar do Amazonas, um estudo para avaliar o impacto das promoções da PM na folha de pagamento do Estado. A decisão foi tomada durante a reunião com representantes dos sindicatos das associações dos policiais que ocorreu na sede do governo, no último dia 5 de junho. No mesmo dia, o governador convocou reunião com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam). Com isso, o governador pretende reabrir o diálogo entre o Governo e as duas categorias que, há algum tempo, reivindicam melhorias salariais, entre outros benefícios.

Prova de que o Governo de David Almeida tem se pautado pelo diálogo é que o governador foi pessoalmente na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) entregar o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) no último dia 30 de maio. Em passagem pelo parlamento o governador destacou que o diálogo estava aberto com os parlamentares e prefeitos do interior do Estado.

“Nós não estamos em tempo de guerra. O povo não aguenta mais essa guerra, os projetos pessoais, os egos e as vaidades. Eu recebi todos os deputados e prefeitos de situação e oposição. Prefeitos ligados a opositores. Eu os recebi porque eu não posso punir o povo em função de eu estar ocupando neste momento o cargo de governador. Eu tenho que atender as demandas da população, pois a mesma está acima de tudo”, disse.

Segurança

Em ação mais recente de Governo foi colocado em execução a ‘Operação Integrada Cidade Segura’, uma medida de urgência para reduzir os índices de criminalidade. Desde o último dia 2 de junho, mais de mil servidores de órgãos de Segurança do Estado, incluindo policiais, bombeiros e outros servidores estão atuando nas ruas da cidade de Manaus.

Para reforçar as medidas, o governador já colocou nas ruas 68 novas viaturas e mais policiais com parte da Operação, além de 100 motocicletas para ampliar patrulhamento. Já existe a previsão paraentrega de dois helicópteros para integrar a cobertura no policiamento.

Além disso, autorizou a parceria entre a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), para reforçar a segurança nas escolas com a criação do programa “Escola Protegida”, através do qual serão implantadas rondas ostensivas nas unidades de ensino, localizadas em áreas suscetíveis à violência.

O projeto, a ser implantado ainda este ano, contará com opatrulhamento feito por dois policiais militares em viaturas para fazer vigilância durante os turnos escolares, de segunda a sexta-feira. Numa primeira fase, o programa vai atuar em 33 escolas localizadas nas zonas Sul, Centro-Sul, Oeste, Centro-Oeste, Leste e Norte.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505