Mais de 28 mil trabalhadores ainda não sacaram o PIS/Pasep no Amazonas

No ranking nacional, o Amazonas é o 7º com a menor taxa de cobertura, tendo pago para 91,3% dos que têm direito.
09/06/2017 17h04 - Atualizado em 10/06/2017 13h31
Foto: Reprodução

A menos de um mês do fim do prazo, 28.786 pessoas no Amazonas ainda não sacaram o abono salarial ano-base 2017. O prazo para sacar o benefício termina no dia 30 de junho. Até lá, os trabalhadores devem procurar uma agência bancária da Caixa Econômica ou do Banco do Brasil para retirar o recurso. No ranking nacional, o Amazonas é o 7º com a menor taxa de cobertura, tendo pago para 91,3% dos que têm direito.

Têm direito ao abono quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2015, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos, e tenha tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do abono vai depender de quanto tempo a pessoa trabalhou com carteira assinada no ano-base. Se ela trabalhou durante os 12 meses, vai receber o valor total do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78), e assim sucessivamente.

Até agora, 304 mil trabalhadores sacaram o benefício, no Estado, o que corresponde a 91,37% dos que têm direito. Foram pagos, para estes, R$ 211 milhões, de acordo com dados do Ministério do Trabalho.

O Ministério do Trabalho disponibiliza uma ferramenta de consulta para os trabalhadores saberem se tem direito ao Abono Salarial Ano-Base 2015. Basta acessar pelo endereço http://verificasd.mtb.gov.br/abono/, digitar o número do CPF ou do PIS/Pasep e a data de nascimento e consultar.

Para sacar o Abono do PIS, o trabalhador que tem Cartão Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão Cidadão, pode receber o abono em qualquer agência da Caixa mediante apresentação de documento de identificação. Informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-726 02 07 da Caixa.

Ranking da taxa de cobertura (Número de beneficiários x Número de pagamentos feitos)
1 – Distrito Federal – 85,30%
2- Mato Grosso – 90,37%
3 – Amapá – 90,38%
4 – Santa Catarina – 90,44%
5 – São Paulo – 91,10%
6 – Pará – 91,21%
7 – Amazonas – 91,37%
8 – Rio de Janeiro – 91,38%
9 – Paraná – 91,71%
10 – Goiás – 91,73%


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso