Marcos Rotta decide aceitar convite de Arthur e troca de partido

A resposta foi dada na tarde desta quarta-feira (21). Rotta deve se juntar ao PSDB nesta quinta.
21/06/2017 18h13 - Atualizado em 22/06/2017 12h11
Foto: Reprodução/Facebook

Apesar de negar de forma veemente que não sairia do PMDB, onde consolidou sua história política e foi abençoado por Eduardo Braga, o vice prefeito de Manaus, Marcos Rotta, decidiu aceitar o convite do prefeito, Arthur Neto, de fazer parte do ninho tucano, no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

A resposta foi dada na tarde desta quarta-feira (21), era mantida em segredo, mas tornou-se pública depois que a legenda passou a mobilizar e a distribuir convites para filiação de Rotta em evento que será realizado na noite desta quinta-feira (22), no Dulcilas Festas, na estrada da Ponta Negra, Zona Oeste da capital.

Rotta que já foi crítico da gestão tucana decidiu primeiramente se aliar a Arthur e agora se rendeu ao partido. Sua trajetória no PMDB é de mais de dez anos e foi levado para sigla depois que o então governador Eduardo Braga trocou o PPS pelo PMDB.

Os motivos para a saída do vice-prefeito do partido não foram reveladas porém, especula-se que ele teria sido pressionado por Braga a entregar o cargo de secretário municipal de Infraestrutura, se licenciasse do cargo de vice e ingressasse na campanha do senador Eduardo Braga a governador, nesta eleição suplementar.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso