Pré-candidatos ao governo do Estado são denunciados por propaganda antecipada

Os políticos utilizaram suas próprias páginas pessoais no Facebook para patrocinar publicações de suas pré-candidaturas.
13/06/2017 16h32 - Atualizado em 14/06/2017 11h54
Foto: AM POST

O Comitê de Combate ao caixa 2 protocolizou nesta segunda-feira (12), na Procuradoria Regional Eleitoral (PRE-AM), duas denúncias de crime eleitoral relacionadas aos pré-candidatos ao governo do Estado, Luiz Castro (Rede) e Wilker Barreto (PHS).

De acordo com as acusações anônimas os políticos utilizaram as próprias páginas pessoais do Facebook, de forma patrocinada (paga) para promover ambas as pré-candidaturas, prática proibida mesmo na pré-campanha.

Formado por várias entidades, como a Ordem dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB-AM), o Comitê foi criado para fiscalizar irregularidades nas eleições no Estado.

Segundo o presidente da Comissão de Ética e Reforma Política da OAB-AM e coordenador do comitê, Carlos Santiago, as denúncias foram primeiramente analisadas por uma comissão, que decidiu encaminhar à PRE para as sanções legais devido à constatação de fundamentos. A denúncia já está nas mãos do procurador regional eleitoral, Victor Santos.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso