Servidores pré-aposentados participam de programa para aposentadoria

Batizado como “Eterno Aprendiz”, o programa foi concebido pelo TCE-AM para proporcionar aos servidores pré-aposentados da administração pública estadual e municipal uma programação voltada aos aspectos emocional e social.
01/06/2017 14h59 - Atualizado em 1/06/2017 17h39
Foto: Divulgação

Com a presença de quase 200 pessoas, entre autoridades, servidores públicos e servidores em fase pré-aposentadoria, e representantes de órgãos parceiros, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), em parceria com os poderes Executivos, Legislativos Estadual e Municipal, Poder Judiciário, Ministério Público e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) lançou nessa quinta-feira (1º), às 9h, no auditório da Corte de Contas, o Programa de Preparação para Aposentadoria (PPA) do ano de 2017.

Batizado como “Eterno Aprendiz”, o programa, que é apoiado pelo AmazonPrev e ManausPrev, foi concebido pelo TCE-AM para proporcionar aos servidores pré-aposentados da administração pública estadual e municipal uma programação voltada aos aspectos emocional e social, englobando as abordagens cidadania, desenvolvimento e plano de futuro, visando uma boa perspectiva ao servidor para a nova fase da vida. Desde 2015, o PPA também conta com o apoio do governo federal.

Conforme a chefe do Departamento de Gestão de Pessoas (Degesp) do TCE, Merisa Mendes, na edição de 2017, 102 servidores em fase de pré-aposentadoria, de 51 instituições públicas da capital e municípios do interior do Estado, participarão de cursos, palestras, seminários e oficinas desenvolvidas semanalmente, todas às terças-feiras, no auditório Paulo Freire, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) ,ao longo de seis meses.

Dividido em seis módulos, as atividades envolvem aspectos emocionais, social, saúde, organização, legal e cidadania. Entre os temas abordados estão “Projeto de Vida Pessoal e Coaching Gerontológico”; “Violência contra o idoso”; e Empreendedorismo. Serão tratados ainda temas como resiliência, sexualidade, ócio, inclusão social, mudanças de comportamentos, alimentação saudável, depressão e leis da aposentadoria.

“A fase de aposentadoria gera no indivíduo reações diversas, da sensação de liberdade ao sentimento de exclusão, daí a importância de apoiar e orientar os servidores que estão prestes a adentrar nesse momento complexo de suas vidas”, comentou Merisa Mendes, ao ressaltar que os investimentos públicos em programas de valorização ao idoso atendem diretamente no Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003).

Em sua palestra, o diretor da Universidade Aberta da Terceira Idade (UnATI), doutor Euler Esteves Ribeiro, citou a importância da realização do programa. “Parabenizo o TCE por, ao longo de 6 anos, preparar os pré-aposentados para essa nova fase da vida, cheia de possibilidades, mas, também, de perigos, aos que não estiverem devidamente preparados”, comentou o diretor, ao pedir aos participantes do programa que não se entreguem ao ócio do pós-trabalho. “Os aposentados não devem se entregar ao processo do envelhecimento. Ao deixar de trabalhar e de realizar as atividades do dia a dia, o indivíduo envelhece com uma velocidade bem maior do que aqueles que ocupam o seu tempo com atividades que melhorem a qualidade de vida”, acrescentou.

Segundo o coordenador-geral da Escola de Contas Públicas (ECP), conselheiro Josué Filho, o momento da aposentadoria é na verdade mais um momento de aprendizado. “Se continuarmos com os trabalhos, empreendendo, buscando qualidade de vida e saúde, seremos eternos aprendizes”, comentou em alusão ao nome do programa “Eterno Aprendiz”. Em nome da presidência do TCE, a vice-presidente, conselheira Yara Lins dos Santos, ao abrir o evento e parabenizar o Degesp pelo “Eterno Aprendiz”, deu as boas-vindas aos participantes e desejou que a preparação de seis meses seja exitosa, para que todos entendam e aproveitem a aposentadoria, depois de ter contribuído tanto com a administração pública.

Além do diretor da UnATI, estiveram presentes na solenidade de abertura representantes das Forças Armadas, Polícia Militar e Civil, Manausprev, Amazonprev, Semed, Seduc, Prefeitura de Manaus e Governo do Amazonas. A abertura e encerramento da solenidade foi realizada pelo Coral do TCE e pela cantora Jhenifer Borher.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso