Sinetram entra com ação no Tribunal Regional do Trabalho para impedir greve dos rodoviários

Segundo o Sinetram não existem motivos para mais uma paralisação.
20/06/2017 15h07 - Atualizado em 21/06/2017 12h10
Foto: Reprodução

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) vai ingressar, na tarde desta terça-feira (20), com uma ação junto ao plantão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), para impedir mais uma greve do Sindicato dos Rodoviários, prevista para esta quarta-feira (21). O Sinetram foi notificado na tarde desta segunda (21).

O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Manaus (STTRM) tomou a decisão durante a realização de uma assembleia geral da categoria. A informação foi divulgada nesta terça-feira (20), por meio de nota.

De acordo com o documento assinado pelo vice presidente do Sindicato, Josildo de Oliveira, a paralisação tem a finalidade de cobrar o devido reajuste salarial anual. Apesar ter sido confirmado em acordo firmado em reunião, os rodoviários não obtiveram formalização por parte do Sinetram do que foi discutido durante o ato.

“As empresas estão honrando todos os compromissos com seus colaboradores e por isso não veem motivos para mais uma greve, em que o principal prejudicado é a população usuária do serviço. Estamos trabalhando para impedir a greve e esperamos uma decisão favorável da justiça”, explica o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.

O transporte coletivo de Manaus opera com dez empresas, em 221 linhas, e transporta em média 800 mil pessoas por dia.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso