Jornal britânico elogia sentença de Moro no caso Lula

A publicação afirma que a decisão é a mais recente medida de uma limpeza necessária, mas paralisante.
14/07/2017 13h27 - Atualizado em 15/07/2017 13h50
Foto: Reprodução

O jornal britânico Financial Times publicou, em seu site, uma análise da sentença de Sérgio Moro condenando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão.

A publicação afirma que a decisão é a mais recente medida de uma limpeza necessária, mas paralisante.

O FT elogia amplamente a operação Lava Jato, que expôs a corrupção da classe política brasileira com imparcialidade e apartidarismo do Judiciário.

A limpeza, no entanto, apesar de necessária, tem o efeito de um nocaute: uma das consequências das investigações é de que toda a classe política está desacreditada.

Lula é o maior exemplo: há sete anos, era o líder mais popular do Brasil, tinha projetado o país no exterior ao erradicar grande parte da pobreza, era considerado um forte candidato às eleições de 2018.

Agora, o cenário para a próxima eleição não poderia estar mais em aberto.

O atual presidente e um terço do Congresso estão implicados em denúncias. Cada acordo leva a novas e mais amplas delações.

Além disso, a amplitude das investigações e a incerteza política têm inibido os investimentos, o que dificulta a retomada econômica do país.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505