Pastor diz que matou esposa em legítima defesa

Em depoimento a polícia ele confessou que só cometeu o crime porque ela teria chegado em casa bêbada e o ameaçado com uma faca.
29/07/2017 13h55 - Atualizado em 31/07/2017 14h03
Foto: Reprodução

O pastor evangélico José Lasmar de Andrade Almeida, de 43 anos, foi preso nesta sexta-feira (28), suspeito de estrangular a ex-esposa e jogar o corpo em uma área de mata no município de Iranduba, no dia 5 de maio. Familiares da vítima alegaram que o casal costumava brigar e ela relatava aos parentes que ele já havia tentado estrangulá-la outras vezes.

Na delegacia, o pastor disse que realmente cometeu o crime. “Eu a matei porque ela chegou alcoolizada em casa e puxou uma faca para mim. Descobri que me traía e sempre bebia quando saía com ele”, disse o pastor. Na saída da delegacia, os familiares da vítima ainda agrediram Lasmar.

De acordo com o delegado Bruno Fraga, da Delegacia Especializada em Capturas e Polinter (DECP), Lasmar matou a ex-esposa no dia 5 de maio. Na ocasião, ele deu golpe “mata leão” e amarrou a mulher em uma árvore , às margens de um rio no km 37 da rodovia Manoel Urbano, que liga Manaus ao município de Iranduba. A vítima foi encontrada no dia 7 de maio.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505