Pouca oferta de consultas faz pacientes da UBS Cacilda Freitas passarem por situação situação desumana

Por conta da pouca oferta de consultas, os usuários se sujeitam a situações desumanas como passar 10 horas em uma fila sem poder sair do local nem para comer e, segundo usuários, muito menos ir ao banheiro.
15/07/2017 11h51 - Atualizado em 17/07/2017 10h54
Foto: Reprodução

Pacientes do serviço público de saúde assistidos pela Unidade Básica de Saúde (UBS) Cacilda de Freitas, localizada no bairro São José, Zona Leste de Manaus, denunciam as constantes filas que precisam enfrentar para conseguir uma ficha de consulta com o clínico geral.

Por conta da pouca oferta de consultas, os usuários se sujeitam a situações desumanas como passar 10 horas na fila na tentativa de conseguir uma das 14 fichas que são distribuídas por dia sem poder sair do local nem para comer e, segundo usuários, muito menos ir ao banheiro, pois perde a vez.

Os usuário da unidade precisam chegar na fila às 5h da manhã e aguardar até as 15h quando a unidade distribui um total de 14 fichas. Ainda de acordo com os pacientes antigamente a unidade distribuía as fichas nas primeiras horas do dia, mas por conta dos constantes assaltos ocorridos no local o horário passou por uma alteração e piorou a vida de quem precisa dos serviços oferecidos pela UBS.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que a área técnica vai buscar maiores esclarecimentos sobre o processo de trabalho que vem sendo desenvolvido na Unidade Básica Cacilda de Freitas para, posteriormente, tomar as medidas cabíveis e melhor atender a população.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505