Sabino consegue autorização de Rodrigo Maia para investigar facções criminosas

Ainda não foi definida uma data para início dos trabalhos, mas isso deve ocorrer somente em agosto.
07/07/2017 21h56 - Atualizado em 9/07/2017 13h40
Foto: Reprodução

O deputado Sabino Castelo Branco (PTB-AM), conseguiu autorização do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), nesta sexta-feira (7) para instaurar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) ara investigar a origem de recursos, armamentos, custos econômicos da violência promovida por facções criminosas no país.

Ainda não foi definida uma data para início dos trabalhos, mas isso deve ocorrer somente em agosto, após o recesso parlamentar do Congresso Nacional, previsto para começar no próximo dia 18. O que se sabe é que 34 deputados vão compor a comissão que terá prazo de 120 dias para iniciar as investigações.

Como justificativa, ele citou as chacinas ocorridas nos presídios de Manaus, no Amazonas; Alcaçuz, no Rio Grande do Norte; e em Boa Vista, Roraima. A onda de rebeliões provocou a morte de mais de 100 pessoas no início do ano.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505