Saiba como receber até R$ 9 mil do Governo Federal para reformar sua casa

Os valores liberados não precisarão ser devolvidos ao governo, pois não se trata de um financiamento.
24/07/2017 15h28 - Atualizado em 24/07/2017 15h32
Foto: Reprodução

O Governo Federal instituiu um novo benefício para as famílias de baixa renda que desejam reformar ou aumentar suas casas. É o Cartão-Reforma, um excelente programa governamental que oferece um auxílio que pode chegar a R$ 9 mil e não precisa ser devolvido pela família beneficiada. Ou seja, os valores pegos não são emprestados, mas sim dados para as famílias que aderirem ao programa.

As regras do programa foram anunciadas na semana passada e a entrega do primeiro cartão já tem data prevista. Na próxima terça-feira (25), um morador da cidade de Caruaru, no Pernambuco será o primeiro contemplado. infelizmente, ainda não há uma data certa para que o benefício seja disponibilizado para todos os requerentes.

Para ter acesso ao novo benefício, o cidadão precisa preencher alguns requisitos. É preciso que o requerente seja maior de 18 anos e que a renda bruta mensal familiar seja no máximo R$ 2.811,00. Além disso, é preciso que o beneficiário tenha um celular habilitado para receber mensagens de texto, ter apenas um imóvel dentro dos municípios selecionados pelo Governo e em um dos bairros escolhidos pela prefeitura. O cidadão também precisa morar no imóvel e ter condições de fornecer mão de obra, equipamentos e ferramentas para a execução da obra, já que esses itens não entram como parte do benefício.

Para pesquisar se seu município está apto a receber a verba destinada para o programa é simples. O Governo Federal criou um site para tirar todas as dúvidas sobre o programa e nele existe uma página na qual você pode consultar os municípios que serão beneficiados nesta primeira fase do programa.

As famílias selecionadas para usufruir o benefício poderão escolher os serviços que precisam ser feitos na #casa. Em seguida, um técnico enviado pela prefeitura realizará uma vistoria no imóvel para avaliar a necessidades das melhorias solicitadas.

Os valores a serem liberados variam conforme o tipo de serviço que será realizado no imóvel. Os valores liberados não precisarão ser devolvidos ao governo, pois não se trata de um financiamento. Dessa forma, as famílias cadastradas não precisarão se preocupar em pagar o que foi dado.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505