Tribunal Superior do Trabalho lança concurso público com salário de R$ 27 mil e vagas no Amazonas

As inscrições começaram na semana passada, dia 4 de julho, e vão até às 14h do dia 2 de agosto.
12/07/2017 17h34 - Atualizado em 13/07/2017 13h32
Foto: divulgação

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) lançou um concurso público nacional com 132 vagas para juiz do trabalho substituto em todo o País, com salários de R$ 27.500,17 mil, sendo 12 vagas só para a 11ª região, que abrange os estados do Amazonas e Roraima. As inscrições começaram na semana passada, dia 4 de julho, e vão até às 14h do dia 2 de agosto.

Além do Amazonas, as vagas também serão para outras 23 cidades com sedes de tribunais regionais do trabalho: Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Curitiba, Brasília, Florianópolis, João Pessoa, Porto Velho, Campinas, São Luis, Vitória, Goiânia, Maceió, Aracaju, Natal, Teresina, Cuiabá e Campo Grande.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br e, por meio dos links, efetuar a inscrição, além de pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 275 em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.

O concurso será dividido em cinco etapas. A 1ª etapa com prova objetiva seletiva, de caráter eliminatório e classificatório; a 2ª etapa com duas provas escritas de caráter eliminatório e classificatório (prova escrita discursiva e prova prática, consistente em elaboração de uma sentença trabalhista); a 3ª de caráter eliminatório (inscrição definitiva; exame de sanidade física e mental; sindicância da vida pregressa e investigação social); 4ª com prova oral eliminatória e classificatória; e 5ª etapa com avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Para a 2ª região São Paulo são 100 vagas, para a 3ª região MG são 8 vagas, para a 8ª região PA/AP são 4 vagas, para a 11ª região AM/RR são 12 vagas, para a 14ª região AC/RO são 5 vagas, para a 23ª região MT são 2 vagas e para 24ª região MS é 1 vaga. Todas as outras regiões são com vagas futuras. As vagas com reserva legal são 7 para pessoas com deficiência e 26 vagas para negros.

O concurso, válido por dois anos e podendo ser prorrogado uma única vez, é realizado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (ENAMAT), em colaboração com todos os Tribunais Regionais do Trabalho, e com assessoria técnica da Fundação Carlos Chagas. Veja abaixo a lista completa de vagas por cada região.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505