Voto de Omar na reforma trabalhista faz Temer aumentar vigilância sobre ele

A mobilização aumentou neste fim de semana para garantir mais que os votos necessários (41) para aprovação do projeto.
10/07/2017 16h06 - Atualizado em 11/07/2017 11h35
Foto: Reprodução

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), decidiu de colocar a reforma trabalhista em votação no plenário nesta terça-feira (11), e o voto do senador do Amazonas, Omar Aziz (PSD-AM), é um dos mais monitorados pelo Palácio do Planalto.

A mobilização aumentou neste fim de semana para garantir mais que os votos necessários (41) para aprovação do projeto. Como Omar tem demonstrado restrição a alguns pontos da reforma, virou motivo de preocupação para o governo Temer.

O Presidente mandou apertar a vigilância a Omar e a outros quatro senadores pois a aprovação do projeto é vista como um “fôlego político” para Temer se manter no cargo.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505