Amazonino diz para Temer que Amazonas precisa de socorro

O governador eleito enfatizou a Michel Temer que diversos assuntos de interesses do Estado estão pendentes.
29/08/2017 08h49 - Atualizado em 29/08/2017 14h10
Foto: Divulgação

O governador, Amazonino Mendes (PDT) foi recebido pelo presidente da República, Michel Temer (PMDB), no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), para discutir assuntos econômicos envolvendo o Amazonas, um dia após ele ser eleito para o quarto mandato como governador do Estado.

O senado Omar Aziz (PSD) e os deputados federais Pauderney Avelino (DEM), Hissa Abrahão (PDT) e Silas Câmara (PRB) também estiveram na reunião. No encontro, foram debatidas dificuldades relacionadas à Zona Franca de Manaus (ZFM).

O governador eleito enfatizou a Michel Temer que diversos assuntos de interesses do Estado estão pendentes. “O Estado precisa de socorro. O presidente não se negou, embora o Brasil peça ajuda no Palácio do Planalto. O presidente entende a nossa angústia”, frisou.

Questionado sobre a Lei da Convalidação (PLP 160/2017), que ameaça à ZFM, Amazonino informou que não tratou sobre o tema com o presidente da República, em razão de ainda não ter assumido o mandato. “Seria um ato indelicado, no primeiro encontro protocolar, de alguém que sequer assumiu o governo. Ele (Michel Temer) abre a porta do palácio com muita vontade de ajudar o Estado. A reunião, embora protocolar, foi preliminar no sentido das nossas reivindicações futuras para o presidente”, argumentou.

Indústria e Comércio
Após reunir-se com o presidente Temer, o governador eleito seguiu com a comitiva de parlamentares até o Ministério da Industria, Comércio, Exterior e Serviços (MDIC), em que foi recebido pelo titular da pasta, ministro Marcos Pereira. Na reunião, o governador debateu sobre as ameaças às empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM). “Os deputados Pauderney e Silas capitanearam a reunião para discutir assuntos pendentes sobre o P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) e que prejudicam as empresas da Zona Franca. O ministro se colocou com muito boa intenção e saímos daqui tranquilos em relação ao problema”,


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso