Arthur tenta antecipar posse do novo governador do Amazonas mas TRE-AM diz que não pode pular etapas

A reunião do tucano com o presidente do TRE-AM não teve o sucesso idealizado por ele. Arthur apoia o candidato mais votado no primeiro turno da eleição suplementar, Amazonino Mendes.
08/08/2017 15h59 - Atualizado em 9/08/2017 12h00
Foto: Arlesson Sicsú

O prefeito, Arthur Neto, tentou usar sua influência no executivo municipal para adiantar de posse do futuro governador do Amazonas. Ele visitou o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) no início da tarde desta terça-feira (8), com a finalidade de conversar sobre o caso. A reunião com Yedo Simões, desembargador e atual presidente do órgão, teve início por volta de 12h30 e foi realizada à portas fechadas.

O tucano é apoiador do candidato mais votado no primeiro turno da eleição suplementar, Amazonino Mendes. Para o prefeito, devido ao momento de crise econômica que vive o Estado, a posse deve ser remarcada para a primeira semana de setembro e não outubro.

A reunião, porém, não teve o sucesso idealizado pelo prefeito. Simões declarou que existe um calendário a ser cumprido e que não é possível pular etapas. “O que podemos fazer é dar celeridade ao processo, mas temos prazos que não podemos superar e que precisamos obedecer “, explicou ele.

Na quinta-feira passada (3), o ministro do STF, Ricardo Lewandowski determinou que a diplomação da nova chapa só poderia ser realizada após julgamento dos embargos apresentados pelo ex-governador José Melo (PROS). O segundo turno da eleição estadual está marcado para o dia 27 deste mês.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso