Depois de eleito Amazonino pede que TCE bloqueie gastos de David Almeida

Em um reunião no TCE, nesta segunda-feira (28), Amazonino formalizou o pedido de suspensões de licitações e outros atos contra David.
28/08/2017 12h04 - Atualizado em 28/08/2017 15h43
Foto: Divulgação

Depois de ter sido eleito governador do Amazonas, Amazonino Mendes, pediu que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) bloqueie os gastos do interino, David Almeida. Numa passagem de pouco mais de meia hora ao órgão nesta segunda-feira (28), Amazonino se reuniu com os conselheiros e formalizou o pedido de suspensões de licitações e outros atos contra David.

De acordo com Amazonino o interino está tomando decisões que podem engessar seu governo e seu comportamento é incompatível com a interinidade. “Foram feitos muitos pagamentos voluntários, ou seja, pagamentos que não são essenciais, inapropriados, fundamentais, básicos como pagamentos de precatórios. Então pedi um gesto desta corte para sobrestar este comportamento, nos dar uma certa tranquilidade”, disse.

Amazonino também destacou que a reunião já é o início de seu trabalho como governador. “Foi uma reunião, a meu ver, extremamente proveitosa, já começamos a trabalhar. Eu e o Bosco”, enfatizou.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso