Detento do Compaj morre esperando escolta médica após crise renal

O interno deu entrada no sistema prisional em janeiro de 2016 e usava bolsa de colostomia.
31/08/2017 17h51 - Atualizado em 1/09/2017 10h13
Foto: divulgação

Um preso do regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, morreu na tarde desta quinta-feira (31), por volta das 15h24, segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

A Seap diz que o preso estava na enfermaria da unidade, pois seria conduzido através de escolta médica, para o Hospital e Pronto-socorro Delphina Aziz, devido ter sido diagnosticado com suposta crise renal, por volta das 15h10, não tendo resistido e vindo a óbito minutos depois.

O interno deu entrada no sistema prisional em janeiro de 2016 e usava bolsa de colostomia. O detento já havia passado mal em outras ocasiões, e foi para uma escolta médica na manhã de quarta-feira (30).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso