Empresária é presa pela PF no aeroporto quando ia de Manaus para Miami

Isabel de Mello Távora responde na Justiça Federal por crimes contra o Sistema Financeiro Nacional.
07/08/2017 10h33 - Atualizado em 7/08/2017 10h33
Foto: reprodução/Facebook

Principal franqueadora da CVC em Manaus, Isabel de Mello Távora foi presa às 23h da última sexta-feira (6) pela Polícia Federal (PF) no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, quando embarcava para Miami, nos Estados Unidos, de acordo com a delegada da PF Jeanie Tufureti. Isabel responde na Justiça Federal por crimes contra o Sistema Financeiro Nacional.

A PF cumpriu mandado de prisão que estava em aberto, depois que a sentença transitou em julgado no dia 14 de julho. De acordo com a delegada, Isabel não tinha ciência do mandado. “Apresentamos ela no semiaberto no sábado de manhã”, disse Jeanie Tufureti.

Pela lei eleitoral, desde o dia 30 de setembro, ninguém podia ser preso até 48 horas após o encerramento das eleições, no primeiro turno, salvo em flagrante delito, em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo-conduto.

“A prisão por sentença penal condenatória é uma exceção à regra de não poder prender cinco dias antes das eleições”, afirmou a delegada da PF. “Verificamos validade do mandado e se era mesmo decorrente de sentença condenatória. Confirmamos isso e fizemos os procedimentos”, completou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso