Praciano pede para PT não obrigar José Ricardo a apoiar Braga no segundo turno

O ex-deputado revelou no WhatsApp que sofre até hoje por ter sido obrigado a apoiar Braga em 2014. “Não façam com o Zé o que fizeram comigo” disse.
08/08/2017 09h36 - Atualizado em 9/08/2017 12h00
Foto: reprodução

A um grupo de amigos do PT no WhatsApp, o ex-deputado federal Francisco Praciano (PT), enviou uma mensagem em que pede que o PT não faça com José Ricardo o que fizeram com ele em 2014, quando o obrigaram a fazer uma aliança com o senador, Eduardo Braga (PMDB). Ele também fez um apelo ao partido: “Não façam com o Zé o que fizeram comigo”.

Na mensagem, Pracinao, diz que resistiu até o último minuto e depois de aceitar sofreu “horrores” e ainda sofre até hoje pelo apoio ao peemedebista. “Resisti até a ultima hora. Finalmente aceitei a aliança. Aliança essa estratégica, pragmática, sem nenhuma sustentação ideológica. Até hoje me critico e critico o PT”, disse.

Traumatizado com a eleição de 2014, Praciano opina que o PT não deveria apoiar nenhum candidato neste segundo turno, e propõe a abertura de um diálogo da sigla com as forças progressistas e com partidos e lideranças com os mesmos princípios do PT.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505