Sinetram adere rigoroso sistema de bilhetagem que dá 30 segundos para usuário passar na catraca dos ônibus

Caso perca os 30 segundos o passageiro terá que pagar nova passagem de R$ 3.80. Todos os ônibus que operam na capital vão aderir ao novo sistema.
01/09/2017 17h31 - Atualizado em 3/09/2017 15h07
Foto: Reprodução

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetam) vai exigir dos usuários do transporte público em Manaus mais agilidade a partir de segunda-feira (4), quando começa a valer um novo sistema de bilhetagem que dará 30 segundos para o passageiro passar na catraca dos ônibus, após liberação do cobrador, caso perca esse tempo o usurário terá que pagar uma nova passagem de R$ 3.80.

Todos os ônibus que operam na capital vão aderir ao novo sistema. De acordo com o Sinetram, um equipamento chamado ‘solenoide’, que fica dentro da catraca, está queimando e causando transtornos devido à demora em rodar a roleta depois que o cartão libera para o usuário.

“O passageiro não demora mais de 10 segundos para girar a catraca, então ele deverá passar o cartão e girar a roleta e se o ônibus estiver cheio ele deverá aguardar para passar o cartão só quando for passar a catraca. Os cobradores foram orientados para orientar da melhor forma os usuários do transporte coletivo”, informou o Sinetram.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso