David Almeida reassume presidência da Assembleia Legislativa e anuncia reajuste salarial para os servidores

No discurso, o parlamentar anunciou o pagamento da correção salarial e data-base dos servidores da Aleam referente ao período de 2017.
10/10/2017 14h44 - Atualizado em 11/10/2017 16h06
Foto: Divulgação

Nesta terça-feira (10), o deputado David Almeida (PSD) retornou à presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), depois de ficar cinco meses no comando do Governo do Amazonas. No discurso, o parlamentar anunciou o pagamento da correção salarial e data-base dos servidores da Aleam referente ao período de 2017. Ele afirmou ainda que vai sentar com a categoria, na próxima segunda-feira (16), para definir a melhor forma de quitar os débitos referentes aos anos de 2015 e 2016.

“Após os ajustes que fizemos no Governo, conseguimos aumentar a arrecadação do Estado e consequentemente o repasse aos poderes. Foi isso que possibilitou esse reajuste que vamos fazer. Nem tudo o que se quer se pode fazer. É claro que os servidores têm seus diretos. Não vou me omitir dessa responsabilidade. Vamos conversar e encontrar o caminho de quitar todas as perdas”, afirmou.

De acordo com o Presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Estadual, Municipal e do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (SindiLegisam), Flávio Aleixo, o reajuste de 2015/2016 é de 11% e o de 2016/2017 é de 6%. Segundo Aleixo, o momento é de diálogo.

“Eu acho que é um avanço muito grande a abertura do diálogo. Nossas conquistas sempre foram na base do diálogo e é assim que vamos nos manter. Estamos há dois anos nessa luta por reposição salarial e o Presidente David Almeida sinalizou positivamente o início das conversas. Estamos esperançosos de que teremos êxito”, pontuou.

Festa no retorno
Recebido com festa pelos funcionários da assembleia, David Almeida agradeceu o carinho e voltou a dizer que a Casa não será mais coadjuvante do Executivo, e exercerá seu papel de fiscalizadora com afinco.

“A partir de agora ninguém vem aqui mandar no Poder Legislativo. Essa Casa não vai abrir mão de suas prerrogativas e se curvar ao Executivo. Somos autônomos, mas vamos, obviamente, trabalhar em harmonia. Ninguém vai bater nesta Casa, pelo menos enquanto eu aqui estiver. Vamos dar à Assembleia o protagonismo que o povo espera dela. Não é briga de poder. Volto afirmar que tudo o que for de interesse da população terá nosso apoio, porém não me aliarei ao governador recém-eleito. Faço parte dos 70% dos amazonenses que não quis ele no governo”, disse.

Balanço da gestão
Em pouco mais de 40 minutos, David Almeida fez um breve balanço da gestão no Governo do Estado. O presidente da ALE deu destaque aos aumentos históricos de arrecadação de tributos, as obras de infraestrutura tanto na capital quanto no interior, além das promoções da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, escalonamento da Polícia Civil, e pagamento do abono dos professores da rede estadual de ensino.

“Deixei o Estado muito melhor do que encontrei. Batemos recordes de arrecadação sem aumentar impostos. Somos o único Estado do Brasil a antecipar 60% do 13º (salário) e fomos o único Governo da história que mandou à Assembleia uma mensagem governamental para reduzir a alíquota de impostos sobre os combustíveis. Fizemos muito. Esses próximos dias vou usar a tribuna da Assembleia para mostrar tudo o que fizemos. Não vai ficar uma pergunta sem resposta”, finalizou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505