“Espero que ela seja estuprada”, diz professor de filosofia sobre apresentadora de TV

Rachel Sheherazade acusa Paulo Ghiraldelli de incitar violência e irá processá-lo.
04/10/2017 16h49 - Atualizado em 4/10/2017 16h49
Foto: Reprodução

Apresentadora do Jornal do SBT, Rachel Sheherazade foi alvo de polêmica no Twitter.

Nesta sexta-feira (27), a jornalista acusou o professor de filosofia Paulo Ghiraldelli de incitar violência contra ela.

Em sua página no Twitter, Rachel postou um print de um post de Ghiraldelli no Facebook. Nele, o professor escreveu.

— MEUS VOTOS PARA 2014: que a Rachel Sherazedo seja estuprada. VOTOS PARA 2014: que a Rachel Sherazedo abrace bem forte, após ser estuprada, um tamanduá.

Revoltada, a apresentadora fez uma campanha contra o professor na internet.

— Trágico é que as pessoas como o sr. PAULO GHIRALDELLI, que se intitula “filósofo”, perderam o medo de revelarem em público o que têm de pior. Sr @ghiraldelli, liberdade de expressão termina onde começam calúnia, difamação, ameaça, incitação ao crime! Vai aprender isso num tribunal!

O professor nega as acusações e afirma que sua rede social foi hackeada.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso