FCecon oferta 100 exames preventivos de câncer de colo uterino gratuitos, neste sábado em Manacapuru

A atividade “100 coletas para viver sem câncer” faz parte do cronograma do movimento mundial Outubro Rosa.
12/10/2017 14h54 - Atualizado em 16/10/2017 16h33
Foto: Divulgação

No próximo sábado (14), em Manacapuru, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) realiza uma ação de rastreio do câncer de colo uterino, com a oferta gratuita de 100 exames preventivos. A atividade “100 coletas para viver sem câncer” faz parte do cronograma do movimento mundial Outubro Rosa, no Estado.

A atividade será realizada em um imóvel na Avenida Boulevard Pedro Rattes, em uma estrutura adaptada para receber os usuários, com o apoio da Organização Não Governamental (ONG) Vovozita.

O diretor-presidente da FCecon, cirurgião oncológico Marco Antônio Ricci, explica que esse tipo de exame faz parte da lista de competências da saúde básica. Mas, durante as campanhas preventivas, a Fundação tem realizado ações de rastreio de diversos tipos de câncer, para sensibilizar a população a buscar a prevenção e o diagnóstico precoce.

O atendimento será por ordem de chegada, até que as vagas sejam preenchidas, a partir das 8h30. A análise do material coletado será feita no Laboratório de Citopatologia da FCecon. Os resultados retornarão ao município em 60 dias.

Pacientes com lesões instaladas serão encaminhadas a unidades de referência para tratamento, a exemplo daFCecon.

Novos casos neste ano
Segundo a estimativa mais recente do Instituto Nacional do Câncer (INCA), vinculado ao Ministério da Saúde (MS), o Amazonas registrará 1.120 novos diagnósticos dos cânceres de mama e colo uterino neste ano.

Segundo Marco Antônio Ricci, o câncer de colo uterino é causado, em mais de 90% dos casos, pelo vírus HPV. “Trata-se de uma doença 100% prevenível e a detecção de eventuais alterações no colo uterino ocorre durante o exame preventivo, conhecido popularmente como Papanicolau, um procedimento simples e que pode salvar vidas”, explicou.

Especialistas indicam que o exame deve ser feito, anualmente, a partir do início da vida sexual, evitando, por exemplo, que lesões nessa área do corpo humano, tornem-se tumores malignos.

“Uma lesão no colo uterino, quando detectada no início, pode ser tratada com terapias diversas, evitando, assim, que ela evolua para o câncer. Mas, se por algum motivo ela se tornar uma neoplasia maligna, é importante que as mulheres entendam que quanto mais cedo for diagnosticada, maiores são as chances de cura da doença. Por isso a importância dos exames de rastreio”, concluiu.

Outubro Rosa
A campanha Outubro Rosa acontece há 13 anos no Amazonas. O movimento foi iniciado nos Estados Unidos, na década de 1990, com o propósito de sensibilizar a população feminina sobre a importância dos exames que podem diagnosticar precocemente o câncer de mama, o de maior incidência no mundo e o que mais mata.

No Amazonas, por ocasião do alto índice de colo uterino, esse tipo da doença foi incorporado ao tema.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505