Presidente do PDT em Parintins dá soco no rosto de cabeleireira em público e sai impune

Segundo testemunhas a cabeleireira exigiu que a polícia cumprisse a Lei Maria da Penha com a prisão do político mas não foi ouvida.
25/10/2017 14h19 - Atualizado em 26/10/2017 16h21
Foto: Reprodução/internet

A cabeleireira Geovana Gomes, foi agredida com um soco no rosto pelo presidente do PDT em Parintins, Francisco Vasconcelos, conhecido na cidade como Chiquinho da Auto Peças, nessa terça-feira (24). Segundo Boletim de Ocorrência (BO) registrado pela vítima em frente ao Supermercado Baranda, localizado na rua Paes de Andrade, Centro.

Ainda de acordo com o BO, além da agressão física a cabeleireira também foi agredida verbalmente pelo político com xingamentos como “vagabunda, caloteira e pineira”.

Testemunhas que presenciaram o fato disseram que ao ser agredida verbalmente, por várias vezes em público, Geovana teria dado um tapa em Chiquinho, que revidou com um soco no rosto da cabeleireira que caiu ao chão. A guarnição da polícia foi ao local da agressão, mas não levou ninguém para a Delegacia. A cabeleireira exigiu que a polícia cumprisse a Lei Maria da Penha com a prisão do político mas não foi ouvida.

Em sua defesa Chiquinho afirmou que a versão de Geovana é mentirosa e que além de não pagar uma dívida de aluguel que tem com ele a cabeleireira tenta denegri-lo por onde passa. “Ela falta com a verdade. Me chamou de bandido e eu disse: você que me enganou. Ela trabalhou no ponto da nossa empresa e ela saiu deixando aluguel, luz e a gente executou na Justiça. E chegou a ser apreendido o carro dela. E onde ela passa por mim ela tenta me desmoralizar”, ressaltou.

Redação AM POST


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505