Após denúncias de irregularidades em contratos milionários, secretária que chamou professores de “criminosos” se licencia

No cargo desde março de 2015, Kátia vem acumulando questionamentos feitos pelo Ministério Público.
22/11/2017 16h50 - Atualizado em 23/11/2017 15h51
FOTO: ALEX PAZUELLO/SEMCOM

A Secretária de Educação do Município, Katia Helena Serafina Cruz Schweickardt, se licenciou do cargo após uma série de denúncias de irregularidades em contratos milionários firmados sem licitação pela Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

Katia chamou de criminosos os professores da rede municipal que se uniram em movimento para cobrar maior transparência e participação nos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

No cargo desde março de 2015, Kátia vem acumulando questionamentos feitos pelo Ministério Público, referentes ao excesso de prédio alugados para o funcionamento de escolas, a falta e baixa qualidade da merenda escolar oferecida aos alunos da rede municipal e a destinação dos recursos do Fundeb.

Diário Oficial do Município do dia 17 de novembro:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso