Justiça determina que vereador Sassá da Construção Civil mantenha distância de mulher espancada por ele

A recepcionista informou à polícia que foi agredida com chutes e tapas, além de receber injúrias como “vagabunda”, “bandida” e “puta”.
28/11/2017 15h47 - Atualizado em 29/11/2017 16h09
FOTO: TIAGO CORREA / CMM

O vereador Cicero Custódio, conhecido como Sassá da Construção Civil (PT), deve se manter afastado a uma distância de 300 metros da recepcionista Jessica Batista dos Santos, 27, que registrou um Boletim de Ocorrência (BO) contra ele, por injúria e lesão corporal.

Jessica Batista trabalhou com o vereador no Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, onde ele é presidente, e na Câmara Municipal de Manaus (CMM), também informou que teve um relacionamento de nove anos com Sassá.

Conforme boletim de ocorrência feito no 3° Distrito Integrado de Polícia (DIP), às 2h30 da madrugada do dia 9 de setembro, a vítima foi agredida durante uma festa na casa de Show Alambique, localizada na Avenida do Turismo, na Ponta Negra, zona oeste.

A recepcionista informou à polícia que foi agredida com chutes e tapas, além de receber injúrias como “vagabunda”, “bandida” e “puta”.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso