Limpador de piscinas que levava crianças para estuprar em condomínio de luxo é preso após vazamento de vídeo

Foi entregue a polícia um vídeo no qual o infrator molestava de uma menina de 10 anos dentro de uma piscina de um apartamento.
10/11/2017 13h54 - Atualizado em 11/11/2017 13h52
Foto: divulgação

Jacson Barros de Souza, 38, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (10), na Delegacia Geral da Polícia Civil do Estado do Amazonas, suspeito de estuprar três crianças de 9, 10 e 13 anos de idade. A prisão dele ocorreu após seis meses de uma denúncia anônima ser formalizada na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca).

“Estamos investigando o Jacson desde maio deste ano. As provas contra ele são irrefutáveis, até porque o vídeo fala por si. É importante que se diga, que a verbalização das vítimas, que foi feita na Depca, coloca que o perigo está mais perto do que podemos imaginar. Em relação à vítima de 9 anos, ele tinha prometido para os pais da menina ser padrinho dela, então por isso a mãe confiava tanto nele. Ele tinha acesso livre a essas crianças, as levava para lanchar e para passeios em shoppings. Essas crianças têm situação financeira menos favorecida, por isso Jacson se aproveitava disso para dar presentes e acabava seduzindo não só aquela vítima, mas também a família delas”, disse a delegada da especializada, Juliana Tuma.

Segundo Tuma, na ocasião da denúncia foi entregue na delegacia um vídeo no qual o infrator molestava uma menina de 10 anos dentro de uma piscina de um apartamento, localizado em um condomínio de luxo, no bairro Dom Pedro, na Zona Centro- Oeste de Manaus.

“Neste vídeo, o suspeito aparece cometendo o crime contra esta criança. Ele ia ao local para limpar piscinas e aproveitava que no apartamento não tinha moradores para levar as vítimas e cometer o crime “, disse.

Ainda segundo a delegada, o infrator se aproximava das vítimas prometendo colocá-las como coroinhas em igrejas. No entanto, o mesmo não fazia parte de instituição religiosa. “Após conquistar a confianças dos pais ele chamava estas vítimas para sair, levava em shopping, dava presentes e depois cometia os crimes”, ressaltou a delegada.

Jacson foi indiciado por estupro contra as três crianças.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso Wp: (92) 99344-0505