Mauhamad Moustafa diz que nunca pagou propina e que delatora da ‘Maus Caminhos’ está mentindo

Moustafa afirmou que sempre teve dinheiro em caixa e que as empresas ligavam para ele e pediam dinheiro emprestado.
17/11/2017 15h43 - Atualizado em 18/11/2017 18h00
Foto: Reprodução

Redação AM POST

O médico Mauhamad Moustafa, acusa de comandar quadrilha que fraudava contratos da saúde pública do Amazonas desmentiu as acusações feitas pela enfermeira e delatora, Jennifer Nayara Yochabel, ex-diretora do Instituto Novos Caminhos (INC), contratado pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam). Em depoimento na terça-feira (14), ela disse que Moustafa controlava o esquema, era dono de todas as empresas envolvidas na Operação Maus Caminhos e que a ameaçava, prometendo acusá-la de ter o controle das fraudes.

Para Mauhamad a enfermeira está mentindo para se livrar de qualquer acusação. Ele também afirmou que já havia comentado para Priscila Marcolino Coutinho (cunhada e sócia de Mouhamad), dentro da prisão, que ela iria optar por deleção premiada. “O problema é que ela inventou várias histórias, quero saber como ela vai provar todas essas acusações”, disse o médico.

Moustafa também afirmou que nunca pagou propina mas sempre teve dinheiro em caixa e que as empresas ligavam para ele e pediam dinheiro emprestado no momento de atrasos de pagamento para fecharem as folhas.”Nunca aconteceu isso, nunca ninguém me pediu propina e nunca paguei propina para ninguém”, disse


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso