Prefeito Arthur, diz que não aceita dividir chapa com Geraldo Alckmin nas eleições de 2018

A solução do PSDB para aliviar tensão dentro do partido foi propor uma chapa em que Arthur seria vice de Alckmin, mas não foi bem recebida.
28/11/2017 14h29 - Atualizado em 29/11/2017 16h09
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A alternativa do PSDB para aliviar a tensão dentro do partido e agradar a todos nas eleições de 2018 formando uma chapa puro sangue, com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, na cabeça, e o prefeito de Manaus, Arthur Neto, como vice, não agradou o cacique amazonense.

Arthur vê na ideia de torná-lo vice uma forma de compensação para desistir da disputa para a Presidência da República. “Eu não estou precisando de afagos, de afetos, de carinho. Não, isso já tenho bastante da minha mulher e dos meus filhos, dos meus amigos”, disse.

Ele também disse ver com estranheza Alckmin se tornar presidente do PSDB e querer concorrer à Presidência da República. “Se ele vai ser presidente do partido é uma coisa que eu considero absurda. Como é que alguém aceita ser presidente do partido, com a máquina do partido nas mãos, para ser candidato a presidente da República”, questionou o prefeito.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso