PT pede que PGR investigue denúncia contra a Globo por propina no futebol

A ilegalidade estaria relacionada a compra de direitos de transmissão de eventos esportivos.
30/11/2017 15h28 - Atualizado em 1/12/2017 16h56
Foto: Reprodução

O Partido dos Trabalhadores informou em seu site oficial que decidiu apresentar à Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, Representação Criminal para apurar a informação de que a Rede Globo praticou crimes para obter vantagens ilícitas na compra de direitos de transmissão de torneios internacionais de futebol. Para o PT, a abertura da investigação terá efeito pedagógico para a emissora.

Delação feita pelo empresário argentino, Alejandro Burazco, mostra que, ao lado de outros canais latino-americanos, a emissora teria pago US$ 15 milhões em propinas pelos direitos em transmissão das Copas de 2026 e 2030.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, Alejandro Burazco afirmou em depoimento que a TV Globo, ao lado da mexicana Televisa e da empresa de marketing esportivo de que era diretor, a Torneos y Competencias, pagaram juntas US$ 15 milhões em propina ao ex-chefe do futebol argentino, Julio Humberto Grondona.

Burzaco falou de seu encontro com Marcelo Campos Pinto, responsável na Globo pela compra dos direitos de transmissões. Segundo a reportagem, o dinheiro teria sido depositado num banco suíço e há documentação numa troca de e-mails entre o empresário e o chefe-administrativo de sua empresa, Eladio Rodríguez, sobre o detalhamento dos pagamentos a cartolas brasileiros. O delator também detalhou como criou empresas e contratos falsos para realizar suas operações.

Em nota enviada à Folha de São Paulo, “o Grupo Globo afirma veementemente que não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina” e que “se colocará plenamente à disposição das autoridades americanas para que tudo seja esclarecido” pois “isso é uma questão de honra”.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso