Sabino Castelo Branco tem menos de um mês para retornar à Câmara dos Deputados

Segundo a assessoria de Sabino, a expectativa é que ele se apresente à Câmara e entre novamente em licença médica para continuar o tratamento de saúde.
21/11/2017 16h32 - Atualizado em 22/11/2017 16h54
Foto: reprodução

Afastado da Câmara dos Deputados desde o dia 14 de agosto, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), o deputado federal Sabino Castelo Branco (PTB-AM) tem até o dia 15 de dezembro para retomar o cargo.

De acordo com o regimento interno da Câmara, um suplente só é convocado para a vaga após o afastamento de pelo menos 120 dias do titular. Ainda assim, esse prazo pode variar de acordo com a situação do detentor do mandato.

Sabino assumiu o mandato no lugar de Marcos Rotta, vice-prefeito de Manaus eleito na chapa de Arthur Neto (PSDB) e 2016. Caso seja mantido em licença médica, Sabino deve ser substituído pelo vereador Gedeão Amorim (PMDB), segundo suplente. Porém, se houver algum impedimento legal para Gedeão, o terceiro suplemente, o ex-deputado Eron Bezerra (PCdoB), é o “deputado” da vez. Amorim não quis comentar sobre a possibilidade de assumir a vaga de Sabino.

Segundo a assessoria de Sabino, a expectativa é que ele se apresente à Câmara e entre novamente em licença médica para continuar o tratamento de saúde.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso