Sinetram volta atrás e decide pagar R$ 15 milhões de 13º salário aos rodoviários

Anteriormente o Sinetram disse não ter dinheiro para pagar a categoria. Agora, segundo o órgão, o dinheiro deve cair até 15 de dezembro.
30/11/2017 18h39 - Atualizado em 1/12/2017 16h56
Foto: Reprodução

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) propôs aos rodoviários o pagamento do 13º salário de 8 mil trabalhadores até o dia 15 de dezembro mas o prazo legal para o pagamento venceu nesta quinta-feira (30). A decisão foi anunciada após reunião no Ministério Público do Trabalho (MPT) ocorrida hoje. O valor total dos salários chega a R$ 15 milhões.

A finalização do acordo depende apenas de questões burocráticas e da diretoria dos rodoviários convencer os trabalhadores a aceitarem a proposta.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir Oliveira, informou que a categoria aprovou a ideia durante Assembleia ocorrida na última sexta-feira (24). “Concordamos sim. Agradecemos a prefeitura, a compreensão da SMTU e o empenho do MPT que conseguiram resolver esse problema em regime de urgência. Quem ganha com isso somos nós com a certeza que teremos o nosso direito e a população”, frisou.

A proposta descarta a ameaça de greve feita pelos trabalhadores.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso