Sob liderança de David Almeida, deputados se unem para que cirurgias no Hospital Delphina Aziz sejam retomadas

Com essa medida, as 2.430 cirurgias contratadas, na gestão de David como Governador interino, vão ser realizadas no Hospital Delphina Aziz.
08/11/2017 15h12 - Atualizado em 8/11/2017 15h12
Foto: divulgação

Liderado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado David Almeida (PSD), os parlamentares Francisco Souza (Podemos), Abdala Fraxe (Podemos) e Sabá Reis (PR), se comprometeram em disponibilizar os 12% previstos para Saúde, de suas emendas impositivas, para a quitação da dívida do Governo do Estado com o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (Imed).

Com essa medida, as 2.430 cirurgias contratadas, na gestão de David como Governador interino, vão ser realizadas no Hospital Delphina Aziz. O serviço foi paralisado no último sábado (4), quando apenas 1.030 procedimentos cirúrgicos já tinham sido feitos, menos da metade do que foi contratado.

A ajuda do Legislativo à Saúde pública do Estado foi definida na manhã de terça-feira (7), quando David Almeida esteve na sede da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), para apresentar a proposta ao titular da pasta, Francisco Deodato. Segundo o parlamentar, a sugestão foi bem aceita pelo secretário.O repasse vai ser de R$ 2,7 bilhões.

“Fui até o secretário de forma tranquila, sem alvoroço e propus essa parceria para que as cirurgias voltem a ser realizadas. A ideia é que seja pago o atrasado e o restante que falta, seja quitado em janeiro, a partir do repasse das emendas. Já chamei os diretores do Instituto para negociar essa situação. Não sou aliado do atual Governador, mas torço pelo bem do meu Estado. O secretário Deodato, de forma muito educada, me recebeu e aceitou a ajuda. Acredito que o problema será solucionado nas próximas horas”, disse.

Sabá Reis parabenizou o presidente da Assembleia pela decisão de oferecer auxílio ao Estado e afirmou que nessas horas, as questões partidárias devem ficar em segundo plano, e o bem estar da população deve ser levado em consideração.

“O povo não quer saber o problema que está acontecendo para as cirurgias não estarem sendo realizadas. Não dá para suspender atendimento de saúde senão as pessoas vão morrer. Não torço contra o Governo do Amazonino, e sim, a favor do povo. Cumprimento o deputado David pelo gesto responsável e humilde”, destacou.

Dinheiro em caixa
Mesmo costurando toda essa manobra de auxílio ao Estado, David reiterou que o Governo tem dinheiro em caixa para dar continuidade aos contratos da Saúde.

“Não venham com argumentos que não têm dinheiro para pagar as cirurgias. Eu saí e peguei os extratos de todas as contas do Governo. Eu sei quanto tem em cada conta e presumo de tenham hoje mais de R$ 2 bilhões em caixa”, afirmou.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso