Braga diz que não tem participação nos crimes investigados na Operação Custo Político

O parlamentar também adiantou em entrevista que pretende se candidatar em 2018 para reeleição e negou briga com o senador Omar Aziz.
14/12/2017 18h54 - Atualizado em 15/12/2017 16h55
Foto: Reprodução

Redação AM POST

O senador, Eduardo Braga, decidiu se posicionar sobre os crimes investigados na segunda fase da Operação “Maus Caminhos”, denominada Operação “Custo Político”, deflagrada na quarta-feira (13), em Manaus.

Ao portal do Marcos Santos o parlamentar afirmou que os crimes não atingem seus governos alegando que em sua época não existia o Instituto Novos Caminhos.

Entre os presos estão os ex-secretários de Saúde Pedro Elias e Wilson Alecrim, o ex-chefe da Casa Civil Raul Zaidan, o ex-secretário de Governo Evandro Melo, o coronel da PM Aroldo Ribeiro e o empresário Mouhamad Moustafa, apontado como o líder da organização que teria desviado R$ 110 milhões do setor de saúde do Estado.

Questionado sobre a participação de Wilson Alecrim e Raul Zaidan que secretários de sua gestão no executivo estadual, Braga se disse longe de qualquer suspeita novamente. “Não tinha nenhuma participação, aquela altura, com absolutamente nada dessas coisas denunciadas agora. Não tenho nenhuma participação nisso. Não há nenhuma envolvimento do meu governo nos crimes denunciados”, afirmou o senador.

Braga também adiantou que pretende se candidatar em 2018 para reeleição e negou briga com o senador Omar Aziz.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso