SMTU diz que vai avaliar liberação de veículos da Uber apreendidos

Motorista da Uber afirmou que ordem para apreensão dos veículos partiu do gabinete do prefeito; SMTU diz que carros foram apreendidos durante operação que visava coibir transporte irregular de passageiros.
21/12/2017 15h28 - Atualizado em 21/12/2017 15h28
Foto: Divulgação

O superintendente municipal de transportes urbanos, Franclides Ribeiro, afirmou que vai avaliar a possibilidade de liberação dos dois veículos do aplicativo de transporte Uber dentro da rodoviária de Manaus nessa quarta-feira (20).

“Estaremos nos encaminhando à SMTU (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos) para verificarmos as irregularidades pelas quais os carros apreendidos se encontram e, a partir da constatação, avaliarmos se liberamos os veículos”, declarou Ribeiro, após receber representantes da Uber na sede da Prefeitura de Manaus.

Em nota, a SMTU informou que os carros da Uber foram apreendidos durante uma operação junto à Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam) para coibir o transporte irregular de passageiros. “Entre as apreensões, havia veículos realizando transporte sem autorização por parte da SMTU, além de carros fazendo serviço de frete irregular”, diz trecho do comunicado.

Após as apreensões, motoristas da Uber foram até a sede da Prefeitura, na av. Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste, e fizeram uma manifestação.

“Estamos aqui em frente à Prefeitura de Manaus porque dois carros nossos foram apreendidos na rodoviária. Perguntamos o motivo do funcionário da SMTU e ele nos disse que a decisão tinha saído do próprio gabinete do prefeito”, declarou a motorista Samara Nicacio durante o protesto.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

booked.net

Economia

Contato Termos de uso