Aplicativo Uber pode reduzir gastos do governo do Estado com aluguel de veículos

Projeto prevê fim da frota de carros nos órgãos do governo e acionamento do aplicativo para transporte de servidores.
19/01/2018 15h18 - Atualizado em 20/01/2018 15h45
Foto: Reprodução

A Secretaria de Estado de Administração (Sead) começou esta semana a tirar do papel ideia apresentada pela titular da pasta, Ângela Bulbol, ao governador Amazonino Mendes (PDT), em outubro, de reduzir os gastos do Estado com transporte, criando uma modalidade de Uber.

O projeto prevê o fim da frota de carros nos órgãos do governo. Os servidores que necessitarem de deslocamentos, pelo projeto, acionarão o serviço, chamando-o por meio de um aplicativo, como no Uber.

Com isso, o governo pretende reduzir gastos com aluguel de veículos, contratação de motoristas e combustíveis.

O primeiro passo para criar o serviço será a formação ou a contratação da empresa que irá administrar o Uber to Negão.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso