Após voto de relator contra Lula, presidente do PT diz que é hora de ‘radicalizar’

Gleisi Hoffmann discursava no momento em que Gebran Neto terminou voto
24/01/2018 16h16 - Atualizado em 24/01/2018 16h16
Foto: Reprodução

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, discursava aos apoiadores de Lula na região próxima à sede do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no momento em que relator do caso, desembargador João Pedro Gebran, concluiu o seu voto a favor do aumento da pena do ex-presidente para 12 anos e um mês. Gleisi afirmou que o voto já era esperado e que agora é hora de “radicalizar”.

“Vamos radicalizar. Não vamos sair das ruas” afirmou Gleisi. Na hora em que foi feito o anúncio, parte dos presentes gritou palavras de ordem a favor de Lula.

A presidente do PT acrescentou que Gebran seguiu o roteiro que os petistas já esperavam: “sem surpresas”. Acrescentou que o relator “gastou mais de 200 páginas do seu voto para defender a sentença do (juiz Sergio) Moro”.

Apesar de ter falado como se o julgamento já estivesse decidido, Gleisi disse acreditar que os outros dois desembargadores, Leandro Paulsen e Victor Laus, seguirão caminho diferente do de Gebran por serem “mais técnicos”.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso